quarta-feira, 25 de maio de 2011

Caminho da perfumaria

Muitas pessoas no mundo do bonsai pensam que, pra se construir uma casa, é preciso primeiro comprar os quadros para a sala de estar e escolher as cores da parede. Isso é uma situação que me vem “apavorando”, o excesso de perfumarias. Explico, bonsai em principio, é principalmente constituído de uma planta que, por anos é trabalhada e inspirada em um sentimento de quem o faz, tirando isso, muita gente tem se desviado disso e tentando ter o caminho inverso.
Evidente que, a grande maioria das pessoas que cultivam bonsai no Bréziu, não dispõe de fortunas para investir nessa área e, mesmo assim, continuam a dar mais valor a tudo que cerca o bonsai, do que propriamente a planta.

Do que adianta, a pessoa ir a inúmeros eventos, observar demonstradores trabalhando plantas grandes e antigas, ensinando técnicas de torção, pinçagem e madeira morta se quando a pessoa volta pra casa, somente observa suas plantas cruas, finas , jovens e se vê no desanimo e impossibilitado de por em prática o que foi visto. Comprar infinitos kits das mais diversas ferramentas e não ter aonde usar-las, investir em vasos multicoloridos de vários tamanhos e não ter o que plantar.. Investir em bonequinhos chineses e japoneses, mesas de exposição, retificas e não ter o que fazer com isso.

A impressão que me passa é de que, a pessoa compra tudo que evolve o bonsai para se motivar com a cultura e filosofia oriental, e no caso seria pra se forçar a afirmação no interesse pelo bonsai, será? Mas isso não tem sentido plausível, por racionalização, teria que haver a motivação na superação das técnicas e soma de conhecimentos. Buscar melhorias e novidades é sempre positivo, mas tchê, vamos voltar essa energia para o fundamental....

Eu defendo a simples tese, primeiro adquira plantas e mais plantas, tanto por compra ou por yamadori e, só beeeeeeem depois, comece a investir em mais ferramentas, adubos encrementados e vasos. A fim de constar nos anais do processo, plantas provenientes de yamadori, devem ser plantadas na areia, para desenvolver novamente as raízes de alimentação.

Só pra concluir, ao iniciar à treinar as plantas, use bacias plásticas ou caixas de madeira, não há necessidade de obter vasos bons para uma planta que não está perto do desejado. Nessa questão ainda, a planta só tem sentido real de ir para um vaso quando, for fotografada para um concurso, ir para uma exposição ou quando a planta estiver estruturalmente(galhos, ápice e grossura do tronco) pronta.

 

Saludos!

5 comentários:

Fabiano costa disse...

Tá certo amigo, mas no nosso país é mais barato tu se equipar todo de ferramentas meio boas (maioria chinesas), do que encontrar algo (pré-bonsai) adequado, que se tenha chance de que fique bom realmente algum dia.
Ao encontrar uma planta com um bom potencial ainda tem que se pagar os olhos da cara, e fora isso, no nosso yamadori, daqui do sul principalmente, são plantas concorrendo com as outras pelo sol (nativas de floresta tropical e sub-tropical), então é muuuito difícil encontrar algo de bom calibre que não seja retão e jovem...
Mas concordo com o amigo, muito perfume enjoa!

Ney Leite disse...

Boa matéria meu caro.

Daniel disse...

Foi bem Guilherme!
É algo que tenho dito há bastante tempo.
Muitas vezes deixo de vender meus vasos e ferramentas de nível mais alto, por ver que o cliente ainda não está nesse patamar. Instruindo-o que ainda não é necessário comprar um vaso tokoname para a sua tuia nana de 1 cm de tronco. Ou que não precisa de ferramentas Kaneshin para semear as suas mudas . . .
Em contrapartida, estou há alguns anos preparando material de alto nível, para bonsaístas e me deparo com a baixa valorização do bom material. Fico alguns anos para elaborar um material com bom nebari, bom movimento, boa conicidade, com feridas já cicatrizadas e o cara chega para mim e quer pagar o preço de uma muda lá da esquina. Então se ouve pelos corredores: " As plantas do Daniel são muito caras!"
O cliente não pensa no processo para se chegar até ali.
Para andar de BMW tens que pagar o preço de um BMW. Mas todos querem pelo preço de um fusca . . .
Talvez o nosso mercado não esteja preparado para isso ainda. Mas com o tempo e com o trabalho chegaremos lá.
Abraço!

Camila disse...

Eu amo decorar minha casa com plantas diferentes, o bonsai é linda! Eu gosto do aroma que as plantas têm. Eu gosto de acompanhar o aroma das plantas com um perfume especial. Beijos

Marcio Diogo disse...

Muito bom meu amigo, é verdade, as pessoas acham que bonsai é vaso caro ou adubos power e esquecem do básico, que é acompanhar o desenvolvimento das plantas e suas possibilidades de acordo com sua fisiologia e tudo mais.